Blog

Contra proteção veicular, mercado de seguros recorre à Raquel Dodge

No comments

A Susep encaminhou denúncia ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal com o objetivo de coibir as tentativas de golpes relacionadas aos contratos de seguros.

Em comunicado, a autarquia informa que recebeu novas denúncias sobre tentativas de golpe e recomenda ao público que tenha o “devido cuidado com propostas aparentemente vantajosas, realizadas sem a comprovação de uma fonte confiável”.

Segundo a Susep, há anos os golpistas vêm causando prejuízos a cidadãos. Na maioria dos casos, as quadrilhas oferecem o resgate de seguros e de planos de previdência adquiridos no passado, mediante o pagamento prévio de valores para a liberação de benefícios.

Ainda de acordo com a autarquia, em geral, para iludir os consumidores, os estelionatários utilizam os nomes das empresas nas quais os seguros foram contratados, mas que já encerraram suas atividades, encontrando-se sob o regime de liquidação extrajudicial. “O contato para o recebimento de valores é feito de maneira formal – por carta ou edital”, esclarece a Susep.

O texto do comunicado acentua ainda que os liquidantes designados pela autarquia para vender os ativos das empresas em liquidação com o objetivo de pagar seus credores (incluindo segurados e beneficiários) não solicitam, em hipótese alguma, pagamento prévio de qualquer valor para a liberação de direitos.

Dessa forma, a Susep alerta que, qualquer ligação telefônica, e-mail ou contato feito por pessoa se identificando como representante da Susep, do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) ou de outros órgãos e entidades do setor de seguros, quando solicitado um pagamento prévio, trata-se de uma tentativa de golpe e deve ser denunciada imediatamente à autarquia.

PolomastherContra proteção veicular, mercado de seguros recorre à Raquel Dodge

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *