Blog

Emissão de certificados digitais cresce no país: entenda os motivos de tanto sucesso!

No comments

Anos atrás, por volta de 1980, começou a perceber-se cada vez mais a importância da tecnologia nas operações corporativas. Com o avanço das soluções tecnológicas, cada vez mais processos puderam ser otimizados e automatizados. 

Atualmente, questões legais e burocráticas para pessoas físicas e jurídicas podem ser resolvidas com apenas alguns cliques. Processos de produção podem ser feitos sozinhos e trabalhos repetitivos são feitos por máquinas. 

Além disso, há tecnologias mais “simples”, usadas no dia a dia de escritórios, administrações e até mesmo por pessoas físicas para questões legais com o governo e órgãos públicos.

É o caso dos certificados digitais. Essas certificações surgiram há alguns anos para simplificar e proporcionar segurança para algo que já estava sendo feito: transações de dados, documentos e contratos pela internet. 

Com esses certificados, esses processos se tornaram mais seguros e rápidos. Muitos ainda têm dúvidas e desconfiança sobre o uso dessas certificações, mas isso está mudando com os anos. Os números comprovam!

O mercado de certificados digitais cresce constantemente ano após ano. Atualmente, são mais de 6 milhões de certificações emitidas no país, número que só tende a crescer. 

Até o momento, segundo dados do ITI (Instituto Nacional de Tecnologia), em 2021, mais de 2 milhões de certificados já foram emitidos, com um crescimento de mais de 40% em relação ao ano anterior.

Com a pandemia, em 2020, as certificações se tornaram ainda mais essenciais para empresas e pessoas físicas. Foi um ano com crescimento elevado do número de certificados emitidos e ativos no país.

 

Por que os certificados digitais estão sendo tão procurados?

Os motivos para tanta demanda são diversos. Mas, principalmente, a praticidade e segurança que essas certificações oferecem. Antes, era preciso imprimir diversos documentos, assinar manualmente, enviar para outros locais, ter gastos com motoboy, esperar mais tempo para o fechamento de contratos, entre outros empecilhos.

Com os certificados digitais, é tudo mais fácil. Basta assinar digitalmente um documento ou processo realizado na internet, enviar de volta e pronto, a outra parte do contrato receberá o documento assinado. 

Simples, rápido e fácil. Mas, é seguro? Muito. 

Certificados digitais são seguros?

Um dos grandes benefícios dos certificados digitais é que essas soluções proporcionam segurança para as operações realizadas pela internet.

Essas certificações funcionam como documentos eletrônicos. As versões digitais do CPF, CNPJ, por exemplo. Então, as assinaturas terão a mesma validade jurídica com os certificados digitais em relação às assinadas manualmente.

Além disso, esses certificados favorecem a redução de custos para as empresas, dado que diminui a necessidade de papéis, impressões, máquinas para essa finalidade e meios de transporte para os documentos. 

A produtividade da equipe também é impactada positivamente, por otimizar alguns processos que com os certificados são resolvidos mais facilmente. Desta forma, reduz o tempo que os colaboradores gastam em algumas atividades.

Existem alguns tipos de certificados digitais. São eles: e-CPF, e-CNPJ, NF-e, entre outros. A última alternativa é uma certificação que realiza e dá segurança para a emissão de notas fiscais.

Esse certificado é interessante, porque permite que apenas colaboradores selecionados tenham acesso a informações e façam esse serviço – proporcionando ainda mais proteção à empresa.

Para que servem?

Certificados digitais são documentos eletrônicos que identificam empresas e pessoas físicas no ambiente digital. É usado para o envio e recebimento de informações fiscais, manter um relacionamento formal e legal com órgãos públicos, realizar consultas, atualizar cadastros de contribuintes, conseguir certidões da Receita Federal e acompanhar processos tributários pela rede, entre outras funções.

Certificados digitais A1 e A3

Existem também 2 modelos de certificados digitais, que impactam diretamente na segurança do documento. Tem o modelo A1, em que o certificado fica armazenado no servidor do computador e é possível definir uma senha para backup.

Com essa opção é possível usá-lo por duas ou mais pessoas ao mesmo tempo, em computadores diferentes – desde que o certificado esteja armazenado corretamente. O que é uma solução para empresas que têm o escritório separado da linha de produção, por exemplo.

O certificado digital A3 fica armazenado em um mídia criptografada, em um token, cartão inteligente ou diretamente na nuvem, se preferir. Para acessar os dados precisa ter a mídia em mãos e uma senha de acesso. 

Apenas quem tiver com a mídia pode usá-lo, então não é possível que dois computadores estejam logados no certificado digital ao mesmo tempo. Ambas são opções seguras e inteligentes, a escolha deve seguir as necessidades e preferência de cada usuário. 

 

Onde adquirir um certificado digital

Como vimos, são diversas vantagens e cada vez mais pessoas e empresas adotam os certificados digitais. Se você se interessou nessas soluções, entre em contato com a Polomasther

Somos uma certificadora referência em qualidade, confiança e transparência. Nosso atendimento está preparado para tirar suas dúvidas e te auxiliar na escolha do certificado digital ideal. 

Acesse nosso site!

PolomastherEmissão de certificados digitais cresce no país: entenda os motivos de tanto sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *