É possível emitir nota fiscal por meio do e-CNPJ?

No comments

O e-CNPJ é a versão eletrônica do documento físico CNPJ. Tanto o certificado impresso quanto o digital podem realizar as mesmas funções, a diferença é que o CNPJ digital proporciona atividades mais rápidas, otimizadas e seguras. 

Para empresas, os certificados digitais são grandes aliados no dia a dia. Esse recurso melhora o fluxo de trabalho e informações entre os colaboradores, reduzindo custos internos. 

Segundo o Instituto Nacional de Tecnologia e Informação, o número de certificados emitidos em 2020 ultrapassou a marca de 6 milhões. Dado ainda mais impressionante: 53% dos documentos digitais emitidos foram e-CNPJ

Isso significa que milhões de empresas já estão usando e aprovando o certificado digital do CNPJ. Se não fosse um recurso realmente prestativo e benéfico para a operação das organizações, o e-CNPJ não faria tanto sucesso no mercado, concorda?

Os benefícios do e-CNPJ são diversos e, como dissemos, pode impactar até mesmo no caixa do negócio. Mas, afinal, como o e-CNPJ funciona? 

Dentre todas as dúvidas sobre o tema, como o documento digital funciona e pode ser usado no dia a dia são as questões mais recorrentes. 

Desta forma, entenda como esse documento digital auxilia na rotina das empresas, seu nível de segurança e como emiti-lo. Acompanhe!

Como o e-CNPJ funciona na rotina de trabalho das empresas

Não é novidade para ninguém que o mundo está cada vez mais conectado. A internet é usada para a realização de diversas atividades em empresas, entidades governamentais, prestadores de serviços e por colaboradores.

Desta forma, o e-CNPJ surge como uma forma segura de realizar transações de dados, contratos, acordos legais e toda atividade empresarial pela internet. Basicamente, o CNPJ digital identifica empresas e valida suas operações no ambiente virtual.

O e-CNPJ pode ser emitido a qualquer pessoa jurídica (empresas, corporações e instituições) que esteja com a situação cadastral ativa junto à Receita Federal do Brasil.

Esse documento é responsável por dar mais segurança às operações realizadas por meio da internet e auxiliar as organizações a  manter um relacionamento formal e legal no mundo digital. 

Como pode ser usado?

O e-CNPJ pode desempenhar as mesmas funções que a versão impressa só que pela internet. Com esse documento digital, é possível dar segurança ao envio e recebimento de informações fiscais, acessar o site da Receita Federal, pagar tributos, realizar consultas, atualizar os cadastros de contribuintes.

Também é uma excelente opção para conseguir certidões da Receita Federal, acompanhar processos tributários pela internet, facilitar transações bancárias no meio eletrônico, comunicar de forma descomplicada e direta com órgãos do governo, enviar dados previdenciários e trabalhistas aos órgãos competentes, dentre outras diversas funções. 

De fato, é um documento muito útil que descomplica e acelera diversos processos internos e externos para as empresas. Exemplo: antigamente, para assinar um contrato com algum cliente, era preciso encontrá-lo ou enviar um motoboy para retirar a assinatura. 

Com o e-CNPJ, esse processo é solucionado pela internet, de forma rápida e prática. É apenas um exemplo de como esse documento é essencial para a rotina digital das empresas atualmente.

Uma pergunta recorrente sobre o tema:

O e-CNPJ pode emitir nota fiscal?

Uma das principais funcionalidades do e-CNPJ é a emissão de nota fiscal. Com esse documento, é possível emitir a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Mas, existem algumas recomendações de segurança para essa funcionalidade do e-CNPJ. É aconselhável utilizar esse documento eletrônico para a emissão de nota fiscal – seja NF-e ou NFC-e – somente se for feito pelo próprio titular do e-CNPJ. 

Ou seja, se for emissor das notas. Se mais de uma pessoa for responsável por essa atividade, como colaboradores da área, o recomendado é que os donos da empresa adquiram o Certificado Digital Emissor de Notas Fiscais.

Esse documento é emitido vinculado ao CNPJ da empresa, mas com o CPF de cada pessoa que fará a emissão. Então, se essa atividade for de responsabilidade de um colaborador, esse certificado digital terá seu CPF.

Isso porque o certificado digital e-CNPJ não deve ser compartilhado, dado que é um recurso de validação legal. Isso é: a cada uso desse documento, é gerada uma assinatura com valor legal semelhante à assinatura manuscrita. 

Então, se outra pessoa tiver acesso ao e-CNPJ que não seja seu titular, esse terceiro pode realizar diversas transações em nome da empresa – o que é muito perigoso. 

Desta forma, se o titular precisar emitir notas fiscais, o e-CNPJ é uma ótima opção. Caso seja responsabilidade de outros colaboradores, o ideal é emitir a certificação de emissão de notas fiscais para cada funcionário.

Como emitir um e-CNPJ

Certificados digitais só podem ser emitidos por certificadoras confiáveis. Na Polomasther, é possível adquirir um e-CNPJ com  facilidade, sem burocracia, pela internet.

Entre no nosso site e procure a opção digital do CNPJ. Depois, passará por um processo de autenticação e análise de documentos, escolherá o tipo de certificado digital desejado – A1 ou A3 – e logo receberá o e-CNPJ.

Simples assim! Adquira com a Polomasther, empresa referência em certificações digitais com a confiança e transparência necessária para documentos tão importantes. 

Entre em contato conosco ou acesse nosso site para saber mais sobre o e-CNPJ.

PolomastherÉ possível emitir nota fiscal por meio do e-CNPJ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *