Como emitir e imprimir uma NF-e pela chave de acesso?

Toda e qualquer empresa precisa prestar contas à Receita Federal e pagar os impostos em dia. Sendo assim, organizações do Brasil inteiro conhecem – ou deveriam conhecer – as notas fiscais

Este documento serve para formalizar as vendas e prestações de serviços realizadas por uma empresa para uma pessoa física ou jurídica – seja no ambiente físico ou digital.

Emitir essas notas é fundamental para que as empresas evitem multas e outras penalizações, as quais podem dificultar e até mesmo impedir o crescimento da organização.

A Nota Fiscal Eletrônica, portanto, é a versão digital deste documento. A NF-e, como é mais conhecida, só existe no ambiente online. Por isso, sua emissão e armazenamento é realizada de forma completamente eletrônica.

Essa versão é fundamental para facilitar os processos internos dentro de empresas, otimizar o fluxo de trabalho e informações, além de ser uma alternativa mais amiga do meio ambiente.

Antes, quando essa tecnologia não existia, todas as organizações precisavam gastar enormes quantidades de papéis e realizar a emissão das notas fiscais manualmente.

Ainda era preciso ter um espaço específico na organização para armazenar tantos documentos. Afinal, as notas fiscais precisam ser armazenadas por anos, porque podem ser úteis posteriormente. 

A NF-e, portanto, traz diversas vantagens às empresas e estão sendo cada vez mais utilizadas.

Por ser algo relativamente novo para muitos, o tema ainda é cercado de dúvidas. Como emitir NF-e? Como imprimir este documento? Como realizar esse processo pela chave de acesso?

Essas são algumas das perguntas mais frequentes sobre as notas fiscais eletrônicas. Hoje, vamos responder todas elas para que você entenda como este documento funciona e como usá-lo corretamente.

Acompanhe para saber como emitir e imprimir NF-e pela chave eletrônica – é mais fácil do que parece!

NF-e: saiba mais sobre este documento digital

A NF-e tornou os processos fiscais mais rápidos e simples. Como tudo é feito pela internet, essa versão tem o foco de manter a segurança dos dados e otimizar uma atividade que é feita diariamente para não tomar tanto tempo e recurso dos empreendimentos. 

Também é usada para o recolhimento de impostos, por isso, deve permanecer armazenada por no mínimo 5 anos. Para emitir esse documento é muito simples, dado que todo o procedimento é realizado em apenas alguns cliques, pela internet.

Essas notas devem ser emitidas pelo software da Secretaria da Fazenda (Sefaz) do estado da empresa, o qual é instalado no computador do empreendedor gratuitamente. 

É comum ter dificuldades em emitir esses documentos, principalmente no começo e final de mês, épocas em que a plataforma fica instável pela quantidade de acessos. Outro desafio é que cada prefeitura tem um método para essa emissão.

Algumas solicitam certificados digitais, outras senhas e logins, entre outros métodos. O ideal é que cada um pesquise como é feito na própria cidade para compreender melhor. 

De qualquer forma, o procedimento costuma ser simples, ainda mais com o certificado digital em que a plataforma reconhece os dados quase que de forma instantânea. 

Uma dúvida comum que surge no momento da emissão é: como emitir este documento com a chave de acesso? E essa questão merece um tópico só para ela, para uma explicação detalhada.

Como emitir NF-e pela chave de acesso 

Primeiramente, o que é chave de acesso? Quando a NF-E é emitida, gera-se o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE). Este documento é uma versão impressa que contém todos os dados necessários para a consulta da nota, um serviço muito usado para o acompanhamento do trânsito de mercadorias, por exemplo.

Dentre as diversas informações presentes neste conteúdo, é possível visualizar um código de barras e uma sequência de 44 números. Esses dados são a chave de acesso.

Com esses números em mãos, o profissional responsável pela atividade deve acessar o portal nacional da NF-e ou Sefaz do seu estado e identificar a plataforma de emissão de notas.

Nela há um espaço para a inserção da chave de acesso. Depois de digitar os 44 números, as informações da nota fiscal aparecerão na tela e o profissional pode imprimi-las se desejar.

Conte com a Polomasther para a emissão desse certificado digital

A Polomasther é referência na emissão de certificados digitais em São Paulo. Nossa equipe é extremamente capacitada para emitir esses documentos com excelência e confiança. 

Na Polomasther, oferecemos o certificado digital NF-e em dois formatos, o A1 e A3. O primeiro modelo é armazenado no servidor do computador do usuário. Já o documento digital A3 é armazenado em um token.

De qualquer forma, ambos são extremamente vantajosos para a rotina das organizações e fluxo de trabalho dos colaboradores. Se houver alguma dúvida sobre o tema, fique à vontade para nos perguntar, estamos disponíveis para atendê-lo (a).

Entre em contato para emitir a NF-E com a Polomasther!

PolomastherComo emitir e imprimir uma NF-e pela chave de acesso?

Posts relacionados